quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Quem poupa acampa!

Quem acompanha o blog sabe que nossa família é grande. Ao todo somos 8 campistas, fora a turma de amigos que acampa junto (mas que não entra financeiramente na conta).
Agora tentem imaginar os gastos que temos cada vez que conseguimos acampar com a formação completa!
Quem acampa sabe que a modalidade está longe de ser descrita como econômica, aliás este é o maior mito lançado sobre nosso estilo de viagem. É claro que nossos custos com diárias são mais baixos do que pousadas, chalés e hotéis, mas isso não a torna barata, apenas menos cara hahahaha.
Então imaginem quanto nossa família gasta para passar 15 dias acampados nas festas de final de ano ou grandes feriados, época em que a maioria dos campings cobram mais caro!
Pois é, digamos que o montante é significativo... Adicione gastos com combustível, pedágios, alimentação, passeios e uma reserva (sempre aconselhada para imprevistos). Sim, a conta ficou alta, mas não o suficiente para nos fazer desistir da empreitada.
E como ninguém quer ficar em casa a solução encontrada foi poupar.
Ao longo dos anos acostumamos a criar um fundo de reservas campistas. Chique né?!
Mas não é nada luxuoso, é o bom e velho cofrinho de moedas, popularmente chamado de porquinho. É de praxe entre os integrantes da trupe poupar moedas para a nobre finalidade de acampar.
Fonte: Revista Crescer
Como vocês acompanham aqui no blog, nossa turma gosta muito de se reunir nas festas de final de ano e comemorar Natal e Ano Novo na barraca. E apesar de final de ano ser abençoado pelo Santo Décimo Terceiro, nossa intenção é utilizá-lo sempre o menos possível (deixando o bendito para outros planos).
Então é de  praxe a Podinha intensificar a operação “porco campista”, que nada mais é que aumentar os valores direcionados aos cofrinhos dos componentes. Além das tradicionais moedinhas estipulamos um valor mensal que será depositado no nobre suíno, assim ao longo dos 4 meses que antecedem nossa grande viagem conseguimos guardar uma grana legal que permitirá não só a longa acampada como os passeios tão desejados pela galera!
Quando queremos comprar um equipamento novo fazemos a mesma coisa. Por exemplo, poucas pessoas sabem que eu (Camy) e o Pedro economizamos dinheiro por dois anos para realizar nosso sonho: comprar uma Outwell que acomodasse toda a família. Abrimos mão de passeios, baladas, churrascos, enfim, cortamos gastos para concretizar um desejo. E quer saber? Valeu cada centavo e cada sábado a noite em casa!
O que queremos dizer com tudo isso é que quem poupa, realmente acampa! Se você quer muito fazer aquela rota do Sr. Luiz Campista até o nordeste ou dar um alô para os campistas da região Sul, quer aquele equipamento dos sonhos... comece hoje a edificar isto!
Abraços
Camy e os Podos.

P.S. Esta postagem vale uma importante ressalva ao hábito de juntar moedas, já que elas são dinheiro em circulação evite mantê-las por longos períodos inoperantes, isso afeta a circulação destes valores no país e culmina com o sumiço de moedas no comércio. Nossa sugestão é que de tempos em tempos, troque suas moedas por notas maiores, mesmo porque você não vai levar uma sacola de moedinhas para sua viagem!


5 comentários:

  1. Parabéns pela post, infelizmente muitos ainda associam campismo a economia (tem lá suas vantagens), mas não é o fator determinante...bacana também foi me sentir representado pelo 'porco campista'...aqui já adotamos isso faz tempo...em nossa última trip, por exemplo, gastamos cerca de R$350,00 em pedágios (boa parte custeado por nosso 'suíno de ouro', eram várias moedas separadas no durex hehe), enfim, curti cada linha do texto!
    Aqui não temos blog, porém é hábito publicar nossa aventura no MaCamp...a última foram 18 dias em 3 diferentes estruturas de campings na região SUL...
    Um abraço e nos vemos nas estradas!

    Link Viagem: http://www.portal.macamp.com.br/forum/showthread.php?tid=6215

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandre.
      Obrigada por sua visita e que bom que você curtiu o texto.
      Sempre fico feliz quando nossos leitores opinam e saber que existe outro campista adepto do "porquinho" que também encontrou benefícios financeiros é muito legal, afinal endossa pra galera que vive reclamando que a grana está curta (e está para todos) que há uma maneira de poupar e viajar.
      Quanto ao Macamp sou fiel leitora do portal, sempre consulto o guia de campings e aproveito para ler o que o pessoal escreve nos fóruns.
      Abraços
      Camila

      Excluir
  2. Olá pessoal,
    Aqui em casa também somos adeptos ao porquinho. Nos últimos anos o pedágio saiu deles. SP - RJ, SP - Foz do Iguaçu e vários outros.
    Nesse ano, fiz algo diferente também, vendo 2 mochilas e 1 cafeteira elétrica. Faltou a bicicleta ergométrica. Mas o valor das vendas foi revertido em $$ pra acampada de férias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denise.
      Muito feliz com sua participação nos comentários, ainda mais com a ideia de reverter o dinheiro de objetos excedentes ou sem uso para as acampadas. Aqui já fizemos isso para trocarmos de equipamento, como a venda de uma barraca que não era utilizada que foi revertida em entrada de uma nova :)
      Abraços
      Camila

      Excluir
  3. O tema levantado é muito importante, minha família é menor mas acampamos com conforto, este carnaval na serra do cipó saiu mais salgado só a area de camping para 5 dias 440,00! Comecei a me preparar a uns 4 meses para não ficar assustado. Ótima matéria e com uma turma legal fica melhor.
    Parabéns!

    ResponderExcluir

Você já sabe o que eu penso sobre isso, agora é sua vez de deixar sua opinião... deixa de ser tímido, escreve ai, afinal todo mundo gosta de uma conversa, mesmo que virtual!