sexta-feira, 13 de maio de 2011

Espaço Coletivos

Sei que andei deixando a Categoria Etiqueta Campista um tanto quanto largada, mas hoje acordei inspirada #aiquemedo# então vamos falar sobre o comportamento campista nos Espaços Coletivos, uma espécie de post desabafo rs!
Vivemos em sociedade, isto é certo e sabido por todos (espero rs). E, portanto, criamos regras para que este convívio ocorra de maneira organizada, sem prejudicar a interação, porém, mantendo-a em parâmetros aceitáveis pela maioria.
Obviamente que a família – estrutura social mais antiga da humanidade e a primeira com a qual temos contato – possui regras aplicadas única e exclusivamente a ela e como cada família comporta-se de maneira distinta da outra, temos, por consequência, milhares de regras sociais que aplicamos no convívio familiar e no ambiente doméstico.
Agora, como fica a questão quando levamos nossas casas – na figura itinerante de uma barraca – para espaços compartilhados? Quais regras se aplicam aqui?
Nos sentimos livres, pois além do próprio clima de descontração gerado pelo ambiente, nós campistas temos a sensação de estarmos, de certa forma, em casa, porém, compartilhando espaços antes privados com pessoas desconhecidas, cujas regras no convívio do lar nem sempre coincidem com as nossas.
Outra questão que contribui para esta sensação é o fato de realizarmos durante os acampamentos funções básicas de um lar, tais como cozinhar, lavar louça, tomar banho e até o próprio churrasco – feito as dezenas camping a fora – segue o padrão pessoal daquele grupo de pessoas. Realizar tarefas tipicamente caseiras em ambientes públicos, não impede que cada um o faça a sua maneira.
É exatamente aqui que começam algumas divergências, que, se não são sanadas no princípio acabam por causar problemas nos campings.
Quem dentre nós não presenciou ou executou algo que incomodava os vizinhos, nestes grandes condomínios de casas móveis que são as áreas de camping?
Então nossa postagem de Etiqueta Campista de hoje convida os amigos e leitores a seguinte reflexão: será que eu respeito os espaços de uso comunitário?
Ao utilizar banheiros, pias, churrasqueiras e demais locais compartilhados você o faz de maneira consciente da coletividade?
Você respeita horários de silêncio e a “lei do bom senso”?
Você se comporta adequadamente em ambientes familiares?
Pensemos nisto, pois passar momentos agradáveis em companhia de amigos e família é realmente muito bom, desde que nossa diversão não seja o incomodo do outro!
Antes que alguém comece a pensar que somos um bando de monges campistas, esclareço que não se trata disso. Quando acampamos brincamos, damos risadas, cantamos e nos divertimos normalmente, a única diferença é que aprendemos a nos vigiar para não extrapolar o limite da boa convivência... acredite, é possível ficar a vontade sem importunar os outros. E para aqueles que são adeptos da frase mais ignorante propagada nos campings: “Queria silêncio ficasse em casa!” uma pequena lembrança, educação cabe em qualquer lugar, até mesmo na mala de viagem!
E você o que pensa disto?
Já presenciou alguma extrapolação comportamental durante uma acampada? Como você costuma reagir perante os “bagunceiros”?
Comente, compartilhe opiniões e ajude o campismo a melhorar!
Abraços.

8 comentários:

  1. Oi Povo Podense :) Adorei a reflexão do post, principalmente por que é fácil a gente reclamar do barulho dos outros, mas nem sempre nos preocupamos com o barulho que nós fazemos aos outros... Se cada um se cuidar para não atrapalhar o espaço do outro, todos podem curtir momentos muito legais :)

    Tivemos na Decathlon nesse sábado e adivinhem: achamos o Plaid da Quechua - lindo!! todo coloridinho!! :) Finalmente temos um chãozinho! heheheh

    Beijos e boa semana para vcs :***

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu!
    Tbm fomos lá este fds e vi que tinha chegado, pensei em avisar vcs, mas não precisava né ;)
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá. Passei por isso em minhas acampadas, inclusive relatei e relatarei ainda no meu blog. Divertir-se e fazer um barulhinho, não é nada, faz parte. Mas chegar tarde da noite, fazendo bagunça e algazarra e estender-se até altas da madruga... tenha paciência. Acho que nem eram campistas realmente.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Pois é Paulo, infelizmente muitos são os relatos de desrespeitos nos campings e seu comentário final descreve bem nossa visão, para nós estas pessoas não são campistas!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Olá pessoal.
    Adorei o post, e hoje vejo esse assunto muito claramente, pois com costumo brincar, já estive no lado "negro da força", e fiz muita bagunça em campings e tenho certeza de incomodei muitas pessoas. Pra elas, minhas sinceras desculpas.
    Abraços.
    Camping & Família.

    ResponderExcluir
  6. Olá Ricardo.
    Todos em algum momento já incomodamos outro campista, difícil estar entre muita gente e não fazê-lo rs.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Acho que tao importando quando falar onde acampar é falar onde nao acampar, por isso deixo me relato: Fui no camping farol de santa marta em laguna SC onde bagunceiros chegando as 3 da manha da praia vinham cantando e conversando em tom alto... na primeira noite tentei nao me estressar com aquilo e reportei ao caseiro do camping, porem no segundo dia era 21h e os mesmos elementos ja estavam com caxinhas de som para o lado de fora da barraca...quando vi ja pensei. A noite vai ser longa. Peguntei ao caseiro quais eram as regras para sim alto e ele disse ate as 22hrs pode...era meia noite e meia quando irritado com a situação nao suportando mais o som fui ate o caseiro reclamar. O mesmo nao fez nada! e a bagunça permaneceu por mais uma hora ate eles sairem para praia voltando novamente as 3 da manha cantando e falando em tom alto. Levantamos acampamento as 5hrs da matina e fomos embora.

    É um lugar muito bonito vale a penas ir ate lá...varias dunas e praias com ondas fortes, paisagens belissimas, felizmente existem outros campings no farol (por ex camping do cardozo que nao conheço mas deve ser melhor do que eu fiquei), por isso fica dica nao recomendo o camping farol de santa marta. Muito Desorganizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andry
      Uma pena que cada vez mais os funcionários e proprietários de campings assumam uma postura omissa com relação aos bagunceiros, ainda mais quando há regras.
      Sempre importante divulgarmos estes acontecimentos, para prevenirmos futuros visitantes do lugar!
      Abraços
      Camy

      Excluir

Você já sabe o que eu penso sobre isso, agora é sua vez de deixar sua opinião... deixa de ser tímido, escreve ai, afinal todo mundo gosta de uma conversa, mesmo que virtual!