sexta-feira, 11 de junho de 2010

Primeiro Acampamento - Camy e Pedro

Em julho de 2005, fizemos nosso primeiro acampamento juntos. Na verdade a Camila só tinha acampado quando era praticamente um baby e o Pedro estava acostumado a fazer camping selvagem. Então esta era nossa primeira experiência em um camping.
Compramos barraca (na época uma Ozark Trail para 6 pessoas, que na verdade acomoda bem no máximo 3), colchão inflável, duas cadeiras de praia (já existentes em casa), lanterna, um fogareiro (que o Pedro tinha a séculos) 1 panela, utensílios básicos para preparar uma refeição uma caixa térmica de isopor minúscula e só. Não tínhamos mesa, extensão, lâmpada, gazebo e todas as outras coisas que só vieram com o passar do tempo. Agora o grande detalhe é que passamos 1 semana assim, improvisando totalmente!


Nossas refeições eram ao ar livre sem nenhum tipo de cobertura, pra cozinhar colocávamos o fogareiro na bancada do lava pratos e usávamos a caixa térmica para apoiar copos e pratos (um de cada vez porque era muito pequena).
Levamos apenas coisas fáceis de preparar, como macarrão instantâneo (óbvio), salsichas (que fiquei com medo de estragar, então foram consumidas logo), atum em lata, sopa instantânea (comi tanto Vono que nem podia sentir mais o cheiro), pão sovado (no café e na janta) e nossas paixões salame e provolone!



Como tradicionalmente acontece no interior paulista, os dias eram relativamente quentes (lembre-se estávamos em pleno inverno) e as noites muito, mas muito frias. Em várias ocasiões chegamos a colocar 3 blusas e ainda usar o edredom pra se enrolar na hora da janta!
Como não levamos nem lâmpada ou extensão montamos nossa barraca bem ao lado de um poste de iluminação do camping, assim conseguíamos ficar do lado de fora da barraca até mais tarde, lá dentro a lanterna era o suficiente.
Durante o dia fazíamos caminhadas e aproveitávamos as piscinas. Fizemos amizade com um casal que estava em um chalé então nossas tardes eram regadas a bate papos sobre viagens, mas durante a noite eles se recolhiam ao quentinho do chalé e nós voltávamos para nossa deliciosa, espaçosa e gelada barraca rs.





Aproveitamos que o camping dispõe de 2 restaurantes e por duas noites jantamos por lá, mas para saber o que aconteceu você terá que ler CAMARÕES – PESADELO EM CABREÚVA!
Pra entreter nossas noites visitávamos o salão de jogos e tentávamos jogar sinuca.
O legal do Camping Cabreúva é que ele é bem grande então não nos entediamos facilmente.





Foi lá que vimos uma família acampando com toda infra-estrutura e decidimos propor ao restante da tropa um super acampamento em família. Em uma área de barracas logo abaixo da nossa, havia o pai e duas crianças acampando a dias, e achamos super legal a interação deles. O pai todo cuidadoso tomou precauções para que seus filhos aproveitassem o camping ao máximo e que aquela experiência não fosse negativa. Como crianças se cansam facilmente das coisas, havia na barraca todo um suprimento de jogos de tabuleiro e uma televisão com DVD, assim a noite eles assistiam seus filmes infantis enquanto pai preparava um muito cheiroso jantar. (eu, Camila, fiquei encantada com o jeito deles acampar, e decidi que dá próxima vez teria uma estrutura melhor pra curtir mais o acampamento, com exceção da televisão que acho desnecessário).
O importante é que mesmo sem muita coisa, passamos 7 dias deliciosos por lá e desde então nos tornamos campistas assíduos!
Como acampamos freqüentemente no Cabreúva, deixaremos nossas impressões sobre as instalações para outra oportunidade. Este texto tem como intuito demonstrar que uma primeira experiência positiva no campismo pode levar a um relacionamento feliz e duradouro com as barracas!

E você quer nos contar como foi seu primeiro acampamento?
A experiência foi boa ou ruim?
Participe nos comentários ou se quiser mande o texto e fotos para o nosso e-mail que postamos aqui sua história com os devidos créditos.

Ajude partilhando suas experiências para que cada vez mais pessoas descubram as maravilhas do campismo!

Camila e Pedro






2 comentários:

  1. Muito legal, eu já acampei no Cabreuva e gostei muito, menos no sábado qdo chegou uma turma com som alto e estragou o silêncio, mas mesmo assim valeu a pena.
    Parabéns pelo blog, abs.

    ResponderExcluir
  2. Olá Zé
    Seja bem vindo ao Podinha!
    Gostamos muito de acampar lá, tanto que é nosso destino frequente. Ainda haverão muitas histórias nossas no Camping Cabreúva.
    Obrigada pela visita e parabéns pelo seu blog e pela assiduidade nas postagens (isso é raro)!
    Abraços

    ResponderExcluir

Você já sabe o que eu penso sobre isso, agora é sua vez de deixar sua opinião... deixa de ser tímido, escreve ai, afinal todo mundo gosta de uma conversa, mesmo que virtual!